Aqueles livros

DEPOIS DE RASGAR OS MAPAS | Laura Assis

Enquanto parte da produção poética contemporânea oscila entre a procura de uma poesia marcada pela sofisticação formal e a total entrega à subjetividade lírica, Depois de rasgar os mapas se constrói justamente na incontornável tensão entre o cálculo e o acaso. Dividido em três seções, o livro não busca saídas ou soluções, mas possibilidades de resistência e insistência diante da imprevisibilidade do futuro, seja qual for o caminho escolhido.


56 páginas

Preço: R$20,00 




BAIÃO DE UMA | Fabrícia Valle

As duas linhas de força deste livro de estreia de Fabrícia Valle já parecem ser anunciadas desde o título: em Baião de uma , o ritmo e a subjetividade ocupam versos e espaços e buscam novos desdobramentos por meio da palavra. Em cada um dos poemas, a potente relação entre memória e visceralidade vai, aos poucos, revelando sentidos inesperados, em um compasso que pode ser de uma, de muitos ou de todos nós.


36 páginas

Preço: R$12,00 
CLIQUE AQUI PARA COMPRAR ESTE LIVRO





CHEGUEI ATRASADO NO CAMPEONATO DE SUICÍDIO | André Monteiro

Diante das infinitas possibilidades da linguagem, Cheguei atrasado no campeonato de suicídio vai na contramão de uma poética estagnada e bem comportada, se abrindo à experimentação e à experiência como elementos de uma poesia que, mais do que existir, se preocupa em insistir e resistir. Dividido em cinco seções, o livro de André Monteiro se desdobra em alternativas de leitura da subjetividade diante dos mais diversos fenômenos, contornando os lugares comuns e clichês inerentes à existência e, a partir desses princípios, se propõe a aprender a esperar tudo que a vida, inesperadamente, pode apresentar ou representar para cada um de nós.


                                   
173 páginas
                                   Preço: R$29,00 
                                   CLIQUE AQUI PARA COMPRAR ESTE LIVRO



DISTÂNCIA | Otávio Campos


Alguém já disse que todo poema é a história de uma perda. Nem sempre. Para Otávio Campos, por exemplo, a poesia talvez seja aquilo que acontece entre o agora e o para sempre e tudo que separa esses dois momentos e/ou lugares no espaço. Dividido em três atos, Distância começa procurando compreender as lacunas entre o eu e o outro, atravessando também as possibilidades da palavra e os abismos da noite. E é percorrendo os menores detalhes e os maiores impasses da vida que este livro nos mostra o quanto de cada um de nós pode sempre ser também poesia.



                                  48 páginas
                                  Preço: R$12,00 
                                  CLIQUE AQUI PARA COMPRAR ESTE LIVRO



TROVADORES ELÉTRICOS | Anderson Pires da Silva


Trovadores Elétricos é um livro plugado, que percorre em alta velocidade uma estrada poética cheia de ritmos e possibilidades, expressos principalmente por meio da narratividade impressa nos poemas. Recheado de referências ao rock e à literatura, os textos de Anderson Pires são ao mesmo tempo diretos e complexos e parecem nos mostrar como a vida pode (e deve) ser ouvida sempre no volume máximo.



56 páginas 
Preço: R$20,00
CLIQUE AQUI PARA COMPRAR ESTE LIVRO




LÁGRIMA PALHAÇA | Alexandre Faria


Alexandre Faria voltou a um livro escrito 25 anos atrás, e emergiu dessa busca com um novo volume em mãos, procurando manter apenas o núcleo de força dos poemas e buscando dar espaço para os silêncios necessários. Seguindo uma linha temática ligada às contradições e sutilezas da tradição circense, "Lágrima palhaça" é também um livro sobre sobre as mentiras e verdades da representação, estejam elas na existência de um palhaço solitário ou na forma de um livro de poesias.


40 páginas 
Preço: R$12,00 
CLIQUE AQUI PARA COMPRAR ESTE LIVRO



NO SILÊNCIO DE UM SHOW DE ROCK | Larissa Andrioli


Tendo como norte temas e imagens de canções dos Beatles, Larissa Andrioli se lança em uma experiência poética que, mais que uma releitura, é também uma descoberta. Ao mesmo tempo em que revelam (ou inventam) outros sentidos nas letras das músicas, os poemas de No silêncio de um show de rock também se desdobram sobre uma visão de mundo muito particular, que brinca com a simplicidade lírica, sem deixar a elaboração da palavra em segundo plano.


24 páginas
ESGOTADO




VACA CONTEMPLATIVA EM TERRENO BALDIO | Anelise Freitas

Mais do que a subjetividade, talvez seja a intimidade o eixo principal da poesia de Anelise Freitas. Em sua etimologia, "íntimo" significa o que "atua no interior" e é justamente essa a natureza das principais imagens de Vaca contemplativa em terreno baldio. A irreverência do título denuncia o humor que perpassa muitos dos textos, mas deixa evidente também a perspectiva da observação que marca a obra, apoiada na vivência do amor, do sexo, da poesia e da contemplação da vida em todas as suas complexidades.


32 páginas 
ESGOTADO